Implante Dentário 

São dispositivos feitos em titânio que servem para substituir a raiz do dente e dar suporte à prótese, contribuindo para a melhoria da função mastigatória e para a aparência física.

O procedimento é indicado para pacientes com perda unitária, parcial ou de todos os dentes e cada caso é avaliado de forma humanizada e personalizada.

A primeira etapa é a avaliação clínica do paciente. Em seguida, o especialista solicita os exames de imagem, como Raio-X e tomografia e define o plano de tratamento.

Com os exames de imagem, o exame clínico e o modelo de estudo em gesso, é realizado um “planejamento reverso”, que dá a visão do trabalho concluído.

O QUE O IMPLANTE DENTÁRIO PROPORCIONA

Os implantes dentários são a melhor solução para casos de dentes perdidos, pois podem substituir um ou mais dentes sem precisar desgastar os demais, além de suportar uma ponte fixa e eliminar a necessidade de próteses removíveis ou dentaduras.

Por se integrarem às estruturas do osso, esse procedimento também previne a perda do osso e preserva a estrutura óssea e os dentes naturais, além de conservar o paladar e a qualidade da mastigação.

O implante dentário realizado pelo Dr. Ézio Kerdoli garante ao paciente confiança para sorrir, mastigar e falar.

TIPOS DE IMPLANTE

Implante imediato: substitui o dente pela prótese logo após a cirurgia de extração, preservando a estrutura da arcada dentária, a largura e altura do dente e também o osso. Com isso, não há risco de reabsorção óssea e nem de movimentação da arcada, além de evitar a necessidade de dois períodos de recuperação diferentes.

Prótese protocolo: utiliza implantes dentários com próteses fixas tipo protocolo, substituindo os tratamentos com próteses totais e próteses removíveis. Em alguns casos, pode-se instalar imediatamente uma prótese fixa, devolvendo o sorriso, a função mastigatória, a segurança e a autoestima do paciente.

Prótese Overdenture: é indicada nos casos em que não é possível instalar implantes em número suficiente para instalação de uma prótese fixa. Com instalação de 2 a 3 implantes no arco inferior e 4 a 5 no arco superior, é adaptada uma prótese removível total sobre os implantes por um sistema que permite sua remoção.

Cirurgia guiada: procedimento guiado por computador e sem cortes na gengiva, o que auxilia na redução do estresse e da ansiedade no ato cirúrgico. É feita uma tomografia computadorizada e as imagens são convertidas para fazer um planejamento virtual por meio de software específico em computador. O guia cirúrgico é então confeccionado por prototipagem no momento cirúrgico são instalados os implantes com números, espessura, tamanho e posições de acordo informações contidas no planejamento virtual.

Carga imediata: consiste na instalação de uma prótese fixa provisória no ato cirúrgico para instalação de implantes dentários, eliminando o tempo de espera para osseointegração. Assim, ocorre a fixação do implante ao osso ao mesmo tempo que este recebe a carga mastigatória da prótese fixa provisória cimentada ou parafusada.

Enxerto ósseo: consiste na obtenção de uma janela óssea para acessar o seio maxilar e depositar o biomaterial, aumentando a altura da maxila e preenchendo parte do seio maxilar com osso. O procedimento é feito quando a parte de trás da maxila não tem osso suficiente para permitir a colocação de implantes e permite a formação de osso na região posterior da maxila, podendo ser instalado implante no ato ou após 8 meses, dependendo do remanescente ósseo.

Enxerto em bloco:

acrescenta osso ao maxilar antes dos implantes serem colocados, sendo indicado quando o osso sob a gengiva não tem comprimento e/ou espessura suficiente. O procedimento envolve a adaptação de blocos ósseos do paciente na região comprometida após a avaliação para escolha da área doadora, que podem ser ilíaco, ramo da mandíbula e calota craniana.

MATERIAL UTILIZADO

Biomateriais Geistlich Pharma

Os biomateriais são materiais que podem ser implantados para substituir ou reparar os tecidos em falta. Eles podem ser de origem natural ou sintetizados em laboratório e são capazes de interagir com o corpo humano.

Os biomateriais são usados regularmente em odontologia regenerativa como substitutos ósseos e membranas de colágeno.

Os biomateriais Geistlich são derivados de material natural bovino ou suíno e são desenvolvidos com o objetivo de promover a formação de novo osso ou tecido mole. Devido à sua semelhança com o tecido humano, eles são completamente adequados para promover a formação do novo osso e a cicatrização do tecido no corpo humano. Por essa característica, eles são integrados no tecido durante o processo de cicatrização ou são decompostos gradualmente pelos processos metabólicos do organismo.

Open chat