Clareamento dental caseiro: conheça cuidados e benefícios

Ter uma boca mais saudável e apresentar dentes mais brancos é o desejo de muitas pessoas. Por isso, o clareamento dental caseiro passou a ser um serviço odontológico amplamente procurado por pacientes de todas as idades. Isso porque, em função da pigmentação externa, seja ela provocada por maus hábitos ou simplesmente pelo passar dos anos, é natural que o dente tenha uma aparência mais amarelada.

Para minimizar esse tipo de problema, o clareamento pode ser realizado de maneira caseira, desde que respeitados os cuidados mínimos necessários e sob supervisão de um profissional. O uso doméstico de substâncias capazes de clarear os dentes apresenta benefícios semelhantes ao do tratamento feito no dentista, contudo, diferem-se em alguns aspectos, como o tempo de ação. 

Quer entender mais sobre este assunto? Então, continue a leitura e descubra tudo o que você precisa saber para realizar um tratamento no conforto de casa!

O que é clareamento dental?

De modo geral, os dentes podem apresentar um aspecto mais amarelado e manchado com o passar do tempo, tornando-se um problema crônico para quem deseja manter o sorriso sempre radiante. 

Se você se vê nessa situação, não precisa mais se preocupar. Isso porque o clareamento dental é uma técnica que consiste na utilização de produtos à base de peróxido de hidrogênio para devolver a cor natural dos dentes. O processo ocorre através de uma reação química que permite a quebra das moléculas pigmentadas, facilitando sua remoção.

Por outro lado, é importante lembrar que o contato com agentes clareadores não se limita apenas às superfícies dos dentes. Sendo assim, é comum que o tratamento afete também a gengiva. Logo, o tratamento deve buscar proteger essa região, pois o contato com o gel clareador pode provocar lesões importantes.

Como o clareamento dental é feito?

O clareamento dental caseiro se dá a partir da reação química provocada pelo gel clareador, quando este entra em contato com os dentes. 

O peróxido de hidrogênio, comumente utilizado, e a carbamida, — composto que também pode ser aplicado neste procedimento — ajudam a remover os resíduos que invadem o esmalte dentário. Dessa forma, eliminam a camada dental que provoca o surgimento de manchas persistentes, deixando os dentes mais bonitos.

Quais são os benefícios deste procedimento?

Resumidamente, o clareamento dentário tende a ser um procedimento simples e rápido, com resultados amplamente satisfatórios. Dependendo da resposta biológica de cada paciente, é possível garantir um excelente efeito branco. Contudo, é preciso ressaltar que o procedimento também pode gerar maior sensibilidade por algum tempo.

Apesar disso, essa técnica apresenta diversos benefícios, sobretudo em relação à melhora da autoestima. Afinal, é comum as pessoas sentirem-se envergonhadas em razão dos dentes mais amarelados ou escurecidos. Não tão raro, essa aparência compromete relacionamentos interpessoais, já que impede que as pessoas se relacionem com os demais.

Além disso, tendo em vista que os dentes brancos e saudáveis fazem parte da lista de desejos de muitas pessoas, a realização desse tipo de procedimento pode devolver também a confiança do paciente. Afinal, o sorriso não se torna mais um problema e não existe uma preocupação forte sobre mostrar os dentes manchados ou amarelados.

Quem pode fazer o clareamento dental caseiro?

Quando o assunto é o clareamento dental, não existem regras demasiadas. Contudo, é preciso garantir uma boa saúde da boca antes de promover esse tipo de tratamento. 

Sendo assim, recomenda-se visitar regularmente um dentista de confiança para que ele possa avaliar o contexto do tratamento. Além disso, é importante sempre verificar se existem outros problemas, como cáries, lesões e doenças periodontais.

Outro aspecto importante sobre a recomendação do clareamento dental caseiro é a contraindicação para mulheres durante o período gestacional. Por fim, sempre vale lembrar a importância de fazer o tratamento com as orientações de um especialista, pois o uso de produtos sem controle pode danificar os dentes.

Afinal, como fazer o clareamento dental em casa?

Agora que você já sabe os principais detalhes do clareamento dental, chegou a hora de descobrir como de fato realizar o branqueamento dos dentes em casa. Para tanto, preparamos um passo a passo de todos os procedimentos primordiais para garantir um bom resultado. Confira!

  • Produção do molde

O primeiro passo para um clareamento dentário bem-sucedido é a realização de um molde de clareamento. Produzidos no consultório odontológico a partir da impressão em 3D dos dentes e gengivas do paciente, os moldes de plástico flexível têm por objetivo assegurar a forma adequada dos dentes durante o tratamento. 

  • Aplicação do gel

Após feito os moldes, é a hora de aplicar o gel clareador. Para tanto, basta adicionar uma quantidade suficiente dentro dos moldes e inseri-los na mandíbula durante o tempo indicado pelo seu dentista. Após finalizada cada sessão, limpe e guarde novamente o molde e o gel para uma próxima aplicação, se necessário.

  • Duração das sessões

De modo geral, para um resultado satisfatório, o uso do gel de peróxido de hidrogênio ou carbamida tende a ser de pelo menos duas horas diárias. Em alguns casos, o paciente pode até mesmo dormir utilizando o produto, se assim o preferir. No entanto, se houver relatos de aumento da sensibilidade, o paciente deverá intercalar os dias de uso. Por fim, o tempo médio de tratamento varia entre 20 e 30 dias, conforme a resposta de cada paciente.

  • Progressão do clareamento

Como vimos, o tratamento se dá a partir da reação química provocada pelo peróxido de hidrogênio em contato com o dente. Esse tipo de produto normalmente pode ser encontrado em consultórios odontológicos e afins em diferentes concentrações, como 10%, 16% ou 22%, por exemplo. 

Sendo assim, um acompanhamento profissional poderá otimizar ainda mais os resultados, tendo em vista que o profissional avaliará o progresso do clareamento. Com isso, ele poderá determinar eventuais intervenções até chegar no resultado esperado. O tratamento pode demorar entre 1 e 3 anos e necessita de reforços semestrais caso o paciente consuma muito café, chá, refrigerante ou seja fumante.

O que achou das dicas que trouxemos para ajudá-lo a evidenciar ainda mais o seu sorriso com o clareamento dental caseiro? Se quer colocá-las em prática, não deixe de conversar com um de nossos especialistas para entender melhor sobre como começar o seu tratamento individualizado. Acompanhe também o perfil no Instagram para mais dicas e informações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat