6 dicas para manter os cuidados com a saúde bucal

Desde os primeiros anos de vida aprendemos sobre a importância de realizar a higienização bucal após as refeições e adotar cuidados com a saúde bucal. De tal forma, o uso da escova de dente, assim como de outros acessórios, é indispensável para garantir uma boa limpeza dos dentes.

Entretanto, um número significativo de pessoas abre mão de cuidar dos dentes e da boca de forma adequada e segura. Por isso, cada vez mais é necessária a visita ao dentista para fazer um check-up e evitar maiores problemas.

Pensando em ajudá-lo nessa tarefa, no post de hoje apresentaremos 6 dicas indispensáveis de cuidados com a saúde bucal. Quer entender mais sobre o assunto e descobrir como se livrar das doenças bucais mais comuns nos dias de hoje? Então, basta continuar sua leitura!

Principais cuidados com a saúde bucal


1. Sempre escove a língua

Como já mencionamos, o cuidado básico mais importante é manter uma escovação regular e correta, o que inclui escovar a língua. Tão importante quanto os dentes, a língua também faz parte do processo de mastigação. Logo, por estar em contato direto com os alimentos, acaba acumulando resíduos que podem não se soltar sozinhos e, por isso, é necessário escová-la corretamente.

De modo geral, a higienização é feita a partir da própria escova de dentes, mas também podem ser utilizados raspadores de língua — utensílio específico para esse tipo de procedimento — para eliminar os restos de alimentos. Além disso, vale destacar que a limpeza da língua ajuda a combater o mau hálito, evitar a proliferação de bactérias e eliminar a saburra lingual, além de contribuir para a melhora do paladar.

2. Higienização noturna é muito importante

Embora a escovação seja necessária e igualmente importante em qualquer momento do dia, é preciso dedicar maior cuidado e atenção durante o período noturno. Isso acontece porque durante a noite ocorre a diminuição da salivação e o aumento da temperatura, formando assim um ambiente perfeito para a proliferação de bactérias.

Quando não removidos corretamente, os restos de alimentos na cavidade bucal são utilizados pelos microrganismos para se reproduzirem de forma acelerada. Como consequência, pode-se observar uma série de problemas, sobretudo em relação ao aumento das cáries e de outras doenças periodontais, como a gengivite e a periodontite. Portanto, é indispensável ter mais cuidado na escovação durante este período.

3. Dê preferência a escovas de cerdas macias

A escolha da escova ideal é um problema para boa parte das pessoas, já que existem inúmeras marcas, formatos e modelos. No geral, a recomendação para o uso de cerdas macias passa diretamente pela sua capacidade de promover uma limpeza adequada dos dentes.

Por serem mais flexíveis, elas permitem a remoção de placas bacterianas que causam grande parte das doenças bucais. Assim, as cerdas macias têm maior facilidade na hora de limpar corretamente os espaços entre os dentes e o espaço da gengiva em torno deles. Outro benefício desse modelo é a prevenção do desgaste dentário e da recessão gengival.

4. Substitua sua escova periodicamente

O período ideal para substituição da escova de dente é uma dúvida comum para muitas pessoas, o que pode resultar em problemas bucais decorrentes do acúmulo de placas bacterianas. Uma das principais dicas para manter os cuidados com a saúde bucal é trocar a escova a cada 60 dias ou quando as cerdas apresentarem desgaste.

É importante lembrar que, com o passar do tempo, as cerdas usadas perdem sua eficiência na remoção de restos de alimentos e placas bacterianas. Nesse sentido, o déficit de escovação pode gerar problemas importantes para os dentes e as gengivas. A dica, portanto, é observar a preservação das cerdas — independentemente do tempo de uso —, já que algumas se desgastam mais facilmente que outras.

5. Não exagere no enxaguante bucal

Enxaguantes bucais são essenciais para garantir uma limpeza bucal completa e eficiente. Entretanto, é válido destacar que seu uso deve seguir orientações de um especialista. De forma alguma o enxaguante bucal deve substituir a escovação e uso de fios dentais. 

Ele pode promover maior eficiência na remoção de microrganismos nocivos à saúde bucal. Por outro lado, seu uso em excesso provoca danos aos dentes. Sendo assim, dê preferência aos produtos sem álcool na composição e não exagere na dose.

6. Utilize fio dental pelo menos uma vez ao dia

Como você já sabe, a escovação não contempla todas as áreas da boca, por isso, alguns pontos dos dentes precisam ser higienizados com o auxílio do fio dental. 

De acordo com especialistas, o uso dessa ferramenta deve iniciar o processo de higiene bucal, ou seja, precisa necessariamente anteceder a escovação normal. Isso porque ele removerá toda a placa bacteriana e os restos de alimentos presos entre os dentes ou do sulco gengival.

Além disso, a frequência mais indicada é de pelo menos uma vez por dia, preferencialmente após o jantar, já que no período noturno ocorre um acúmulo maior de bactérias na boca.

Como você pode ver, é possível seguir alguns passos para manter os cuidados com a saúde bucal sem complicações. Finalmente, vale lembrar da importância de visitar regularmente o seu dentista, mesmo observando os cuidados que apresentamos acima. Afinal, um profissional qualificado é responsável por avaliar a saúde bucal, bem como planejar o melhor tipo de abordagem em função dos problemas apresentados.

A recomendação é visitar o seu dentista pelo menos 2 vezes por ano. Assim é possível identificar e tratar corretamente eventuais problemas, além de preservá-los de modo mais consistente. Ademais, as visitas podem ser úteis para realização de uma limpeza profunda.

O que achou deste artigo? Ficou alguma dúvida sobre o processo de limpeza bucal? Se deseja avaliar a saúde da sua boca e manter um sorriso perfeito, não deixe de agendar sua consulta!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat